Contato: 31 99722-8640 / 31 3482-8002
Rua Gustavo Pena 44, Sala 402 | Horto, BH
Blog da Lau

Tratamentos de alta complexidade: Fertilização in vitro

Categoria: Blog, Reprodução Assistida | Assuntos: Assuntos relacionados: | Postado em: 3 de maio de 2017

A fertilização in vitro (FIV) é um dos tratamentos disponíveis em Reprodução Assistida.

Considerado um tratamento de alta complexidade, é indicado principalmente para quadros de infertilidade masculina grave, fatores tubários e idade avançada da mulher.

Na FIV, a mulher é submetida à estimulação ovariana com hormônios para que possa produzir o maior número possível de óvulos, dentro de critérios de segurança. Esses medicamentos podem ser orais e/ou injetáveis, subcutâneos e administrados pela própria paciente na região abdominal. A estimulação ovariana dura, em média, 12 dias e a resposta da mulher ao tratamento é avaliada por exames de ultrassonografia seriados e dosagens hormonais.

Ao final do período de estimulação, faz-se a maturação final desses óvulos e a coleta ou punção dos mesmos.

A coleta é realizada em ambiente cirúrgico sob anestesia endovenosa. Após, os óvulos são injetados com o sêmen do parceiro para formação dos embriões. Os embriões são mantidos em observação por dois, três ou cinco dias, quando são devolvidos à cavidade uterina (transferência embrionária).

Após este procedimento, o casal deve aguardar em torno de 12 dias para realização de teste de gravidez.
A FIV é o procedimento de maior possibilidade de sucesso, intimamente relacionado à idade da mulher e a qualidade dos embriões formados.

Se você está tentando engravidar há mais de 12 meses sem sucesso, procure um especialista para avaliação. O sucesso do tratamento depende sempre de uma avaliação adequada e tomada de decisões em tempo hábil.